Francisco Andrade

Francisco Andrade

Francisco Andrade

Natural de São Paulo iniciou seus estudos de música aos 11 anos com o Mestre Violonista Fernando Presta. Dentre seus estudos de violão teve como professores os Mestres Violonistas Ruy Weber, Everton Gloeden e Paulo Porto Alegre. Dentre seus estudos de viola brasileira teve como professores os Mestres Violeiros Vinícius Alves, Ivan Vilela e João Paulo Amaral. Atualmente dedica-se ao projeto de canção brasileira ENCANTO DE CORDAS ao lado de Letícia Torança, Cau Karam. Aluno Especial do Programa de Pós Graduação em Música da ECA-USP. Disciplina “Estilo Antropofágico de Heitor Villa-Lobos” Prof. Dr. Gil Jardim. (2011)

 Atua desde 2002, como idealizador, violonista e violeiro do Quarteto Pererê tendo dirigido e produzido os álbuns Ebulição, com indicação ao prêmio Tim-RJ (2006) na categoria conjunto revelação Musica/ Instrumental, e Balaio (2009). Com 10 anos de Trajetória o Quarteto Pererê tem se apresentado em teatros dos SESC’S, SESI’S, Circuitos Culturais, Parques, Praças… pelo Brasil. Duas passagens pela Holanda e uma pela Itália.   Concerto de abertura para aula espetáculo do escritor Ariano Suassuna.   Participações nos álbuns Brutas Flor de André Morais, Lá Lá iá de Marcia Mah e Sinfonia de Arame de Dinho Nascimento. Participou como violonista dos álbuns Pés Descalço (2006) de Zeca Collares e Memorias Sonoras da Noite (2003) de Salloma Salomão. Dirigiu a trilha do documentário Somos Todos Sacys (2005) de Sylvio do Amaral Rocha e Rudá K. Andrade.

Formado em História pela PUC-SP (2002) dedicou seu Trabalho de conclusão de curso na reflexão das Culturas Brasileiras pela linguagem musical, na idealização do projeto Vozes do Tempo: História, Música e outras Linguagens, ao lado de Lucas Campos Azevedo e Rudá Kocubej Andrade, realizado pelo departamento de História e Vice-reitoria comunitária da PUC-SP, com orientação dos Doutores Antônio Rago Filho, Fernando Londoño e Antônio Pedro Tota. Contou com produção de Beatriz Baldo com apoio da Fundação Padre Anchieta, Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo entre outros, congregando música, poesia, áudio visual e palestras.   Participações de Guinga, Ivan Vilela, Arthur Nestrovisk, A Barca, Marcelo Fernandez, Deuler Andrade entre outros artistas.

Violonista convidado para o projeto de intercâmbio cultural Brasil-Holanda, coordenado pelo poeta Wiliam Kurstein. Fazendo parte do elenco: Mãos pés e bocas do Cerrado (2001).   Recitais de Violão com obras de Villa-Lobos, Tom Jobim, Hermeto Pascoal, Baden Powel e Ruy Weber.   Participações de Luciano Vazoller (piano), Andréa Luísa Teixeira, Gilson Mundim (flautas) e Kriya Família (percussão). Prinses Theater, Cultuurmakelaar, De Twijfelaar. Roterdam, Holanda.

Participou do I Intercâmbio Internacional de violão Brasil – França, firmado entre a École de Musique de Trégor (França) e o CENA – Centro de Encontro das Artes sob os auspícios da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, tendo aulas de Violão com Roger Eon. No mesmo ano foi Bolsista do V Festival Nacional de Violão de Guaratinguetá “Dilermando Reis”. (2000)

Cursou violão erudito na Faculdade Santa Marcelina (2000/2001). Na área de educação musical. Professor de violão no Ponto de Cultura Pilar do Sul/SOSACI, idealizando e dirigindo a Orquestra de Violões MultiVozes, agraciada pelo Prêmio de Mídia Livre // Ministério da Cultura do Brasil (2009). Centro Experimental de Música do SESC Consolação, SP (2011). Colaborador do Ponto de Cultura Mosaico Musical (Movimento dos Favelados da Vila Prudente), SP, Capital (2011).

www.cooperativademusica.com.br/encantodecordas

http://www.quartetoperere.org/

franciscoandrade.br@gmail.com

(11) 7291-9131